Recapitulação do HF Global Summit 2017 – parte 1

Recapitulação do HF Global Summit 2017 – parte 1

O HF Global Summit 2017 ocorreu nos dias 24 e 25 de setembro de 2017 em Miami Flórida, Estados Unidos, e contou com a participação de Patrícia Vieira, Presidente da Associação Brasileira de Hipercolesterolemia Familiar (AHF) e do Dr. Raul D Santos Filho, conselheiro da mesma Associação.

Nesse evento, o Dr. Kastelein, Co-Chair do FH Global Summit 2017, do Academic Medical Center da Universidade de Amsterdam, estabeleceu os esforços históricos e atuais feitos para abordar a detecção e tratamento de indivíduos com Hipercolesterolemia Familiar (HF), lembrando-nos de todos os progressos futuros necessários.

Ele disse que “O fenótipo mudou dramaticamente. Todavia, ainda vale a pena olhar, sevocê for um médico, que estiver num metrô, ou num avião, você ainda pode fazer um diagnóstico baseado em características físicas”.

Segundo ele, tanto quanto sabemos hoje, ainda há muito mais para aprender e implementar.

De acordo com o Dr. Daniel J. Rader, Co-Chair do 2017 FH Global Summit, da Perelman School of Medicine da Universidade da Pennsylvania, “A medicina translacional é uma área importante da ciência que foi enfatizada, considerando toda a grande pesquisa desenvolvida por muitos investigadores e descobrindo como podemos realmente usa-la para implementa-la de maneira estratégica e eficaz".

Alison Jamison, advogada para a conscientização da HF juntou-se ao painel de especialistas para compartilhar a sua jornada com HFHo, desde o diagnóstico incorreto aos 3 anos de idade, através de diversas cirurgias de derivação coronária e gravidezes. Como Alison recontou "o que o Dr. Wenger disse sobre a falta de mulheres nos ensaios clínicos realmente mostrou-se verdadeiro, à medida que eu tive a sorte de ter participado de um dos primeiros ensaios clínicos dos inibidores PCSK9, depois de anos buscando soluções”.

“Os atuais avanços da ciência e da tecnologia são incríveis, mas, frequentemente, eles contrastam com a complexa realidade de prover cuidados para a saúde”.

Houve também uma conversa entre o Dr. Seth Baum, a Dra, Nenette K. Wenger, Alison Jamison, Katherine Wilemon e o Dr. John J. P. Kastelein PhD.

Esta primeira parte foi assinada por Katherine Wilemon, fundadora e CEO da FH Foundation, sendo mais endereçada a médicos e a pessoas que já tenham um bom conhecimento sobre esta doença.

________

Se você tiver colesterol LDL acima de 210 mg/dl e membros em sua família com infarto do miocárdio em idade inferior a 45 anos, entre em contato com o InCor pelo e-mail hipercolbrasil@incor.usp.br, enviando como anexo uma cópia ou foto do seu exame de colesterol junto com um número para contato telefônico. A Equipe do Hipercol Brasil entrará em contato com você!

Além do Hipercol Brasil, também a UNIFESP faz diagnóstico genético da HF: Endereço: Rua Loefgren, 1350. CEP - 04040-010. Fone: 11-55764961. E-mail para marcar coleta: waleria.toledo@gmail.com

Continue visitando o nosso site para aprender mais sobre a HF. Leve esta notícia ao seu médico. Espalhe que a HF é tratável, quanto mais cedo for diagnosticada, melhores são os resultados. A HF é familiar, passa de geração em geração, portanto todos precisam ser diagnosticados.

Ajude a aumentar a consciência sobre a HF entre as pessoas, médicos e autoridades da área da saúde! Se você tiver HF, envie-nos um curto vídeo com a sua história e como é viver com HF.