O dia mundial da consciência da hipercolesterolemia familiar

O Dia Mundial da Consciência da Hipercolesterolemia Familiar

Sobre esse dia

O Dia da Consciência da Hipercolesterolemia Familiar (HF) é uma campanha iniciada pela FH Foundation dos Estados Unidos, e adotada por associações similares e parceiras ao redor do mundo, para aumentar a consciência da HF junto ao público geral. Este evento anual acontecerá no dia 24 de setembro, durante o Mês da Educação Nacional sobre o colesterol. Nos anos anteriores, esta campanha consistiu da divulgação da comunidade através de eventos locais feitos pelos “advogados” e da distribuição de kits para a mídia pelos afiliados da fundação. Foram realizadas campanhas através da mídia social, como a “Tweet-a-thons”, com especialistas e pacientes usados para ampliar a divulgação e o alcance para uma audiência internacional.

Porque isto é importante?

Mais diagnósticos precoces, mais tratamentos precoces, mais vidas salvas

Milhões de pessoas em todo o mundo não sabem se elas e suas famílias estão submetidas a grave risco de sofrerem um infarto do miocárdio precoce, doenças cardíacas e até de morrerem. Cada pessoa diagnosticada com HF pode diminuir o seu risco de doenças cardíacas em 80%, através de tratamento apropriado.

Vamos aumentar a consciência sobre esta doença e informar os 90% ainda não diagnosticados e evitar doenças cardíacas precoces:

  • A HF caracteriza-se por altos níveis sanguíneos de colesterol herdados de um ou de ambos os pais. Ela não é causada pela alimentação e isto também significa que, em muitos casos, ela é tratada de maneira diferente (geralmente, de forma mais agressiva que os níveis elevados de colesterol induzidos pelo estilo de vida);
  • Nos Estados Unidos, entre 620.000 e 1,3 milhões de pessoas têm HF (no Brasil estima-se que entre 400.000 e 1 milhão de pessoas) e, pelo menos, 90% delas ainda não foram diagnosticadas;
  • Se as pessoas com HF não forem tratadas, elas terão aterosclerose, doenças das artérias coronárias e até poderão morrer precocemente;
  • A HF é hereditária: se você a tiver, cada um dos seus parentes em primeiro grau (pais, irmãos e filhos) terá uma chance de 50% de tê-la;
  • 20% dos infartos do miocárdio em pessoas abaixo dos 45 anos de idade são causados pela HF;
  • Em muitos casos, as pessoas com HF são diagnosticadas erradamente e não recebem o tratamento adequado de que necessitam.

Do lado brasileiro, a nossa associação está unida aos grandes nomes da área para traçarmos estratégias para divulgação e educação dos profissionais de saúde para esta condição que atinge mais de 700 mil brasileiros. Lembre-se, seu colesterol alto pode vir de família.

No dia 24 de setembro, haverá ação no Parque Villa Lobos, em São Paulo, promovida pela SBC e Movidos pelo Coração. O porta-voz irá abrir falando sobre o dia mundial da HF e a importância do tratamento precoce.

Finalmente, Patrícia Vieira, Presidente da AHF e o Dr. Raul D. Santos Filho, membro do Conselho Científico da AHF estarão participando do FH Global Summit 2017, Meeting of the Americas, que ocorrerá no dia 26 de setembro de 2017,em Miami FL. Futuramente publicaremos mais notícias desta reunião.

--

Se você tiver colesterol LDL acima de 210 mg/dl e membros em sua família com infarto do miocárdio em idade inferior a 45 anos, entre em contato com o InCor pelo e-mail hipercolbrasil@incor.usp.br, enviando como anexo uma cópia ou foto do seu exame de colesterol junto com um número para contato telefônico. A Equipe do Hipercol Brasil entrará em contato com você!

Além do Hipercol Brasil, também a UNIFESP faz diagnóstico genético da HF: Endereço: Rua Loefgren, 1350. CEP - 04040-010. Fone: 11-55764961. E-mail para marcar coleta: waleria.toledo@gmail.com

Continue visitando o nosso site para aprender mais sobre a HF. Leve esta notícia ao seu médico. Espalhe que a HF é tratável, quanto mais cedo for diagnosticada, melhores são os resultados. A HF é familiar, passa de geração em geração, portanto todos precisam ser diagnosticados.

Ajude a aumentar a consciência sobre a HF entre as pessoas, médicos e autoridades da área da saúde!

Se você tiver HF, envie-nos um curto vídeo com a sua história e como é viver com HF.